EU/MIM | Casos em que até professores de português podem se atrapalhar!

05/06/2018 18:04

Imagem: arquivo webnode
Imagem: arquivo webnode

Não raro, até especialistas podem errar

Você verá nesta postagem:

  • Os casos mais comuns que podem confundir até mesmo professores de português
  • Cada caso vem com um exemplo e uma explicação, para facilitar a aprendizagem
  1. Ao encontro/de encontro | Os planos de guerra dos EUA vão ao encontro do que pregam os pacifistas. ERRADO. A expressão "ao encontro"remete a acordo, favorecimento. E os pacifistas não têm acordo, não são favoráveis a guerras. O correto seria dizer: "Os planos de guerra dos EUA vão de encontro ao que pregam os pacifistas". A expressão de encontro significa choque, oposição, conflito. Mais sobre este tópico AQUI.
  2. Eu/mim | Ela disse para mim sair da sala. ERRADO. "Mim" é objeto, não funciona como sujeito, ou seja, não pratica uma ação verbal. O correto seria dizer: "Ela disse para eu sair da sala", porque eu, neste caso, é o sujeito do verbo sair.
  3. Onde/aonde | Não sei aonde ela ficou. ERRADO. "Aonde" é usado em situações de movimento. E o verbo "ficar" nessa frase indica algo estático, parado. O correto: "Não sei onde ela ficou", ou seja, o lugar em que ela ficou. Ou pode-se também dizer: "Não sei aonde ela vai". O verbo aí indica movimento.
  4. Há duas horas atrás vi um acidente. ERRADO. Quando "há" indica tempo passado não é preciso usar "atrás", que dá a mesma ideia. O correto é dizer: "Há duas horas vi um acidente". Ou: "Horas atrás vi um acidente".
  5. Ela encarou os problemas de frente. ERRADO. "Encarar" já indica que é de frente, até mesmo porque não é possível "encarar algo de lado". O correto: "Ela encarou os problemas".
  6. Meio/meia | Após o jogo, ela mostrou-se meia cansada. ERRADO. O termo "meio" só varia para concordar com um substantivo feminino: "Ela tomou meia garrafa de água". Quando é advérbio, como é o caso, fica invariável: "Após o jogo, ela mostrou-se meio cansada".
  7. Menos/menas | O político falava menas verdades. ERRADO. Não existe o termo "menas". Portanto, use apenas "menos", seja para se referir a palavras masculinas ou femininas.
  8. Houve/houveram | Houveram muitos problemas na hora da prova. ERRADO. O verbo haver, no sentido de existir ou de tempo decorrido, é impessoal, ou seja, deve sempre ficar no singular: "Houve muitos problemas na hora da prova".
  9. Mal/mau | Ela analisou mau a questão. ERRADO. "Mau" é adjetivo e deve ser usado para caracterizar um substantivo. No caso em questão, o correto é usar "mal", advérbio, que modifica o sentido do verbo analisar.
  10. Ratificar/retificar | O professor retificou o texto, ou seja, manteve a íntegra do que havia escrito. ERRADO. "Retificar" significa corrigir, alterar. Se o professor manteve a íntegra do que havia escrito, então ele ratificou o texto.

Gostou? Compartilhe então com seus amigos!

Fonte: Portuga

LEIA TAMBÉM: