RÉU? | Ex-advogado da Odebrecht acusa Sérgio Moro!

07/06/2018 21:13

Denúncias são graves. Juiz ficará impune?

Você verá nesta matéria:

  1. Trechos do contundente depoimento de Tacla Duran — ex-advogado da Odebrecht — contra o juiz Sérgio Moro e a lava-jato
  2. Referências a se Moro será réu ou não por conta de tais denúncias

LAVA-JATO |  O ex-advogado da Odebrecht Rodrigo Tacla Durán declarou que todos precisam conhecer o lado obscuro de Sergio Moro. Entre outras críticas ao juiz da Lava Jato, feitas dia 5 último em depoimento à Comissão de Direitos Humanos da Câmara, o advogado apontou que o cerceamento ao direito de defesa é um dos métodos do magistrado.

Moro negou quatro vezes pedidos para que Tacla Duran fosse ouvido como testemunha do ex-presidente Lula. Entre os motivos apresentados, Moro alegou "endereço desconhecido". Mas justiça espanhola tem o endereço do advogado. Moro alegou também "custo muito oneroso". Só que o depoimento poderia ser feito como à Câmara, por vídeo conferência. Do que Sérgio Moro tem medo?

Segundo Tacla Duran, "Moro emite opinião contra réu. Isso é pré-julgamento que viola um princípio básico de direitos humanos, pois os julgamentos precisam ser técnicos, isentos e imparciais". "O dr. Moro me ofendeu em rede nacional, ao vivo, me prejulgou e me condenou. Ele feriu a Lei da Magistratura também por não me ouvir como testemunha do presidente Lula", acrescentou.

O advogado declarou também: "A operação Lava Jato se tornou um polo de poder político capaz de moer reputações, de destruir empresas e instituições. Digo isso com tranquilidade, pois jamais fui filiado ou militei em qualquer partido político".

Ou seja, Tacla Duran diz, com outras palavras, que Moro é um criminoso. Vai virar réu, o chefe da Lava-jato?

Editado por MaisVisto.com / Fonte: Brasil 247

Leia também: