Gráficos mostram graves distorções relativas aos salários dos professores! Leia e divulgue...

21/01/2019 12:49

Educadores com nível superior e aptos a se aposentar ganham muito abaixo até de servidores de nível fundamental e em início de carreira da Câmara dos Deputados. Foto: Webnode
Educadores com nível superior e aptos a se aposentar ganham muito abaixo até de servidores de nível fundamental e em início de carreira da Câmara dos Deputados. Foto: Webnode

EDUCAÇÃO | Os quatro gráficos expostos abaixo expõem uma série de graves distorções em relação aos salários dos professores do país. Estudos se referem aos docentes da educação básica pública de estados e municípios e podem servir — pelo menos em parte — de parâmetro para as lutas e reivindicações dos educadores brasileiros. Veja, após o anúncio.

  • O Gráfico 1 compara o Piso do Magistério para 2019 com os salários de deputados federais, senadores e ministros do STF. Os números servem para denunciar as autoridades brasileiras, que só pensam em manter altíssimas regalias, enquanto os educadores vivem no arrocho.

O Gráfico 2 compara o Piso do Magistério deste ano com os ganhos iniciais de servidores da Câmara dos Deputados. As distorções são alarmantes. Mesmo se comparado ao inicial de servidores de nível fundamental, piso dos educadores não chega nem perto. Ver após anúncio.

Já o Gráfico 3 faz comparações entre o piso dos professores para 2019 e o de servidores da Câmara dos Deputados em final de carreira. Um massacre. Quase nem dá para ver no gráfico quanto recebem os mestres. 

O Gráfico 4, por sua vez, compara o piso 2019 e a remuneração média dos professores em fim de carreira com os ganhos iniciais dos servidores da Câmara dos Deputados. Novo massacre. Até o pessoal de nível fundamental da Câmara ganha muito mais que os professores de nível superior aptos a se aposentar. Até quando esse quadro irá permanecer.