Urgente | Economista de Bolsonaro quer elevar Imposto de Renda de assalariado em até 12,5%! Leia e compartilhe...

19/09/2018 11:57

Bolsonaro | A jornalista Mônica Bergamo anunciou hoje (19) em sua coluna na Folha de S.Paulo que Paulo Guedes, assessor econômico de Jair Bolsonaro, "pretende criar uma alíquota única do IR (Imposto de Renda) de 20% para pessoas físicas e jurídicas — e aplicar a mesma taxa na tributação da distribuição de lucros e dividendos." Na prática, Bolsonaro quer elevar a contribuição atual de quem ganha menos e diminuir a dos que ganham mais. É o novo Robin Hood às avessas. (Continua, após o anúncio).

Compare

Atualmente, quem ganha até R$ 1.903,98 não paga nada de imposto de renda. Um assalariado que ganhe acima disso até R$ 2.826,65, a alíquota é de 7,5%. Se passar para 20%, haverá um acréscimo de 12,5%. De R$ 2.826,65 até R$ 3.751,05 a taxa é de 15%. Se passar para 20%, a elevação será de 5%. Já quem ganha R$ 200 mil — por exemplo, paga hoje 27,5%. Com a proposta de Bolsonaro, pagará 7,5% a menos de imposto.

Em síntese: Bolsonaro propõe mais imposto de renda para quem ganha menos e menos imposto de renda para quem ganha mais. Tire suas connclusões. 

Leia também: